Pré-natal na atenção primária à saúde, adequação das consultas e avaliação da assistência às gestantes

revisão integrativa

Autores

Palavras-chave:

Cuidado Pré-Natal, Qualidade da Assistência à Saúde, Saúde da Mulher

Resumo

Introdução: O pré-natal de qualidade contribui para a diminuição das mortes maternas e/ou fetais durante o parto, através da priorização do bem-estar do binômio durante o período gestacional, bem como o incremento da relação profissional-família dentro dos atendimentos, outorgando às gestantes, aos profissionais e ao governo um progresso neste quesito. O estudo tem como objetivo avaliar a assistência às gestantes na atenção primária à saúde e a adequação das consultas de pré-natal.

Métodos: Trata-se de uma revisão integrativa de literatura, descritiva de abordagem qualitativa, realizada na Biblioteca Virtual em Saúde (BVS). Foram utilizados descritores padronizados: qualidade da assistência à saúde, cuidado pré-natal e saúde da mulher. Na primeira etapa, foram encontrados no banco de dados da BVS, 107 artigos. Após adicionar os filtros com os critérios de inclusão, a pesquisa resultou em 35 artigos. Estes, após leitura criteriosa em resposta ao problema de pesquisa e aos fatores de exclusão se resumiram a uma amostra de 14 artigos.

Resultados: Dos artigos selecionados, onze tiveram em suas conclusões a necessidade de mudanças no acompanhamento pré-natal. Dois estudos apontam que após décadas ainda há muita desigualdade étnico-racial e sociodemográfica no Brasil.

Conclusão: A pesquisa contribuiu para avaliar a assistência prestada às gestantes, destarte observou-se um aumento na cobertura do acompanhamento pré-natal, todavia os dados caracterizam as consultas como principais fontes de comprometimento da qualidade da assistência, relacionando as dificuldades encontradas à gestão, a desunião da equipe multiprofissional, a falta de capacitação dos profissionais de saúde, comprometendo a qualidade das consultas de pré-natal.

Publicado

2020-12-15