Planilha de visitas domiciliares

uma experiência bem-sucedida na atenção primária à saúde

Autores

  • Mauricio Vaillant Amarante Prefeitura Municipal de Domingos Martins. Domingos Martins, ES https://orcid.org/0000-0002-6533-3354
  • Ozinelia Pedroni Batista Prefeitura Municipal de Domingos Martins. Domingos Martins, ES
  • Shirley Kempin Quiqui Prefeitura Municipal de Domingos Martins. Domingos Martins, ES
  • Camila Lampier Lutzke https://orcid.org/0000-0001-6839-3902

Palavras-chave:

Cuidados Paliativos, Visita Domiciliar, Atenção Primária à Saúde, Assistência Centrada no Paciente, Doenças Crônicas

Resumo

Introdução: Uma das grandes dificuldades na atenção básica é conseguir equalizar a demanda in loco com a de visitas domiciliares, problema esse que será maior nos próximos anos, de acordo com projeções do IBGE, em 2039 existirá mais idoso do que crianças no Brasil e em 2060, 25% da população brasileira, será de idosos, consequentemente o número de pessoas com doenças crônicas, aumentará, demandando maiores esforços para manutenção do cuidado a essas pessoas. Diante do desafio exposto, elaboramos uma planilha de visitas domiciliar com objetivo de qualificar o cuidado domiciliar de doentes crônicos e em cuidados paliativos; otimizar tempo de visitas com criação de cronograma adequado para atendimento à população em consonância ao princípio da equidade.

Métodos: Elaboração de planilha visando à divisão dos pacientes de acordo com classificação de risco e vulnerabilidade local, de maneira a cobrir todo o território e população adstrita.

Resultados: No segundo semestre de 2017, foram realizadas 61 visitas domiciliares pela equipe ESF Melgaço. No mesmo período de 2018, após implementação da planilha de visitas, foram realizadas 157 visitas domiciliares, um aumento aproximado de 155,4% no número de visitas domiciliares, sem, no entanto, interferir no atendimento na UBS, tais números não englobam visitas realizadas pelos ACS. A implementação do prontuário eletrônico foi fundamental para a obtenção de tais dados.

Conclusão: A planilha elaborada mostrou-se ferramenta eficaz, otimizando o tempo das visitas, diminuindo consideravelmente o número de visitas desnecessárias, abrindo espaço na agenda da equipe para maior atenção de novos casos e de casos mais graves.

Downloads

Publicado

2020-12-15