Impacto do matriciamento em saúde mental para profissionais da atenção primária à saúde da Unimed Vitória

  • Paula Athayde Braga Machado Unimed Vitória
  • Thuany Kuster Will UNIMED VITORIA
  • Liliany de Melo Brito UNIMED VITORIA
  • Renato Oliveira e Souza
Palavras-chave: Saúde Mental, Atenção Primária à Saúde

Resumo

Introdução: Os profissionais de saúde da atenção primária precisam estar capacitados para acompanhamento e condução dos casos de transtornos mentais devido à alta prevalência na população em geral. Esse tipo de serviço tem potencial para detectar e tratar seus clientes de forma resolutiva e, consequentemente, evitar internações psiquiátricas e encaminhamentos à especialidade focal sem real necessidade. Essa resolutividade é possível já que a atenção primária atua como porta de entrada do sistema de saúde e pelo princípio da longitudinalidade, que permitem maior contato e estabelecimento de vínculo entre profissional e cliente.

Método: Enfermeiros, médicos e psicólogos da equipe do produto Unimed Personal foram capacitados e contaram com apoio matricial em saúde mental de profissional qualificado por 06 meses a partir de outubro de 2106. Baseados em um estudo prévio do processo de trabalho e recursos disponíveis, foram feitos workshops com temas prevalentes, discussão de casos em grupos, consultas compartilhadas e discussões por telemedicina. Foi feito comparativo com dados do número de encaminhamentos à psiquiatria e número de internações psiquiátricas extraídos do Portal SAS UNIMED de maio 2016 a fevereiro de 2017. 

Resultados: A partir de novembro 2016, segundo mês de apoio matricial, apesar do aumento do número total de vidas, houve queda do número total de internações psiquiátricas do produto. A partir de dezembro 2016, terceiro mês de apoio matricial, houve queda do número total de encaminhamento à psiquiatria apesar de uma tendência a manutenção do número total de vidas do produto. Comparou-se o número de internações psiquiátricas e encaminhamentos à psiquiatria, anterior e posteriormente ao programa.

Conclusão: O treinamento e apoio matricial colaboraram para a redução do número de internações psiquiátricas e encaminhamentos à especialidade focal. Com o resultado obtido, podemos concluir que houve aumento de resolutividade dos casos de saúde mental em nível de atenção primária à saúde após capacitação da equipe e apoio matricial.

Biografia do Autor

Paula Athayde Braga Machado, Unimed Vitória

-Médica graduada pela UFMG

Especialista em Medicina de Família e Comunidade pelo Hospital Municipal Odilon Beherens

Médica de referência Unimed Personal Vitória 

Thuany Kuster Will, UNIMED VITORIA

Graduada em Enfermagem pela UFES

Enfermeira de referência UNIMED PERSONAL

Liliany de Melo Brito, UNIMED VITORIA

Graduada em enfermagem pela Faculdade Batista de Vitória

Enfermeira de referência UNIMED PERSONAL

Renato Oliveira e Souza

Médico graduado pela PUC SP

Especialista em Psiquiatra pela USP

Mestre em epidemiologia pela Universidade de Londres

Matriciador em Saúde Mental na Atenção Primaria Unimed Personal

Publicado
2017-10-02