Acuidade Visual e sua Importância no Aprendizado Infantil

  • Ana Rosa Murad Szpilman Universidade Vila Velha
  • Mariana Schneider Bourguignon
  • Kamilla Azevedo Bosi
  • Patricia Reis de Mello Freitas
  • Maristela Stockl Ronchi
  • Paula Fontes Lelis
  • Waleska Souza Reisman
Palavras-chave: Saúde Escolar, Acuidade Visual, Oftalmologia, Técnicas de Diagnóstico Oftalmológico, Alfabetização

Resumo

Introdução: O exame de acuidade visual consiste na avaliação da capacidade do indivíduo em enxergar, bem como orientar ao médico generalista uma possível necessidade de encaminhamento ao especialista para avaliação mais precisa de sua visão. As crianças em idade pré-escolar que apresentarem algum desvio de normalidade da sua capacidade de visão, poderão vivenciar o momento de alfabetização de maneira dificultada, o que muitas vezes pode não ser percebido pelos professores ou familiares como decorrente de uma deficiência visual, trazendo repercussões psicológicas, físicas e sociais para essa criança. O presente estudo objetivou avaliar a acuidade visual de crianças no período pré-escolar de uma escola pública do município de Vila Velha.

Métodos: Em julho de 2016, os acadêmicos de Medicina da Universidade Vila Velha (UVV), realizaram exame de Acuidade Visual em crianças de 4 a 6 anos de idade na Unidade Municipal de Ensino Infantil (UMEI) “Rosa Helena Frota Tristão”. Para a realização do exame de acuidade visual foi utilizada a Tabela de Snellen. No momento da realização do exame visual, a criança foi posicionada a 6 metros da Tabela, sendo analisado um olho de cada vez. Utilizou-se uma mão do examinador para vedar o olho contrário ao examinado. O valor anotado era compatível com a última linha lida pela criança, sendo considerado adequado o valor acima de 20/30.

Resultados: Foram avaliadas 56 crianças. Dessas, 43 apresentaram acuidade visual, em pelo menos um olho, igual ou inferior a 20/30; 3 apresentaram acima de 20/30; e 10 não conseguiram realizar o exame. Aos familiares das crianças que obtiveram resultados desviantes do padrão de normalidade, foram enviadas comunicações via agenda, indicando a necessidade de avaliação de oftalmologista. E, posteriormente, encaminhadas à unidade de saúde da família da área de abrangência da escola, para agendamento.

Conclusão: Entendendo da limitação do teste de acuidade visual com Tabela de Snellen para a faixa etária examinada, frisa-se que o objetivo de tal atividade é uma triagem de necessidade de encaminhamento ao especialista e não um diagnóstico de problema de visão. Sabendo que a visão é fundamental para o processo de aprendizagem de uma criança, conclui-se, através dos dados obtidos, que o exame de acuidade visual na idade pré-escolar é indispensável, sendo o ambiente escolar o local mais indicado para que tal exame seja executado, envolvendo equipe de saúde, de educação e familiares.

Publicado
2017-10-02